Ajuruteua

Ajuruteua

domingo, 1 de setembro de 2013

"O AMOR E A LUA" - LÍGIA SAAVEDRA

"O amor minguante
vive da nova
crescente 

nos lumes
cheios da lua" (Lígia Saavedra)

Google Images

quarta-feira, 22 de maio de 2013

"GRITO MUDO" - LÍGIA SAAVEDRA

Nada ouves
Nada vês
E nada entendes nesse mundo
Mesmo sendo dizimado
Todo o povo ao teu redor
Maldita seja a cegueira
Desse desalmado filho
Pária, pátria, pútrida
Rumo ao nada.

Quando o voto precisares
Observa da minha vida
Repara onde meu corpo
Vê quando da minha fala
E prevê o amanhã...
Verás um povo doente
Carente de pão e água
Circo, livro, hospital
Urbanismo, cemitério
Mal dos males, despedida
De injustiça em injustiça...

domingo, 28 de abril de 2013

"VOU MORRER..." - LÍGIA SAAVEDRA



Vou morrer (Lígia Saavedra)

Sei que vou morrer,
mas hoje não.
A vida me quer feliz
e ainda nem fui à Paris.

Sim, vou morrer,
mas não agora
Companheiros me precisam.
Livros que ainda não li
Filmes que não assisti.
Músicas que não compus
Poemas que não escrevi
Abraços que ainda não dei.
Caminhos à descobrir
sem ir embora.

Sim, vou morrer...

Images Google

quinta-feira, 18 de abril de 2013

"O POETA E O SOL" - LÍGIA SAAVEDRA



O POETA E O SOL (Lígia Saavedra)

O austero sobeja fórmulas
O leigo personifica emoções
Lá onde ambos poetam
Exibem o deslumbre do olhar
À escuridão que os ultrapassa
Na sombra que não se deixa amar.
Mas, o amor é para todos...

Imagem:
Lígia Saavedra

quarta-feira, 27 de março de 2013

"MAR DE DOIS" - LÍGIA SAAVEDRA


Mar de Dois (Lígia Saavedra)

Calmas ondas que me levam
Ao teu mar que em mim navega
Balanço nato de amor

Vai e vem que nos acende
Entre a areia e o horizonte
Sol da aurora ao poente

Náufragos sem tempestade
Êxtase que se aproxima
Volúpia do corpo, da vida

Enfim... Volta à calmaria
Acendem-se todos os sentidos
Ondas que lambem a areia
Ventos que sopram o ar
Lascivos corpos suados
De novo correm pro mar...


Imagem:
The Amazing World.

quinta-feira, 14 de março de 2013

DIA DA POESIA - LÍGIA SAAVEDRA

Parabéns, queridos Poetas!

EU, A CULPA E A ESCRITA (Lígia Saavedra)

Cara página amiga,
A ti, que em branco me esperas
como a alma ao sentimento,
confesso; a escrita é meu legado,
um mal que te posso fazer
ou um bem em ti revelado.

Se uso de tua pureza
para derramar meu verbo
desordenado ou triste,
alegre ou mesmo afoito,
rabiscando sentimentos,
angustias, anseios, verdades,
desejos ou insanidades
na busca de um eu perfeito.

Perdão! Hei de te pedir
se, quando tu já composta,
por mim não é desnudada
ou nem mesmo compreendida,
rasgo teu corpo em pedaços
sem pena nem piedade
e busco uma outra, virgem
e por ninguém rabiscada.

Mas se agrego palavras
que falam à minh’alma de artista
traduzem o vago, o belo, o sufocador
desenham um sonho sonhado,
o encanto de um beijo não dado,
revelam a face de anjos, demonios, pecados
ou mesmo de um grande amor.

Ah! Cara página, amiga,
te tornas minha aliada
na busca de algum leitor
pois o prazer e a emoção
traduzem o que penso agora.
E esta arte me permite
denominar-me escritor.


Feliz Dia da Poesia!

sexta-feira, 8 de março de 2013

"PONTO G" - LÍGIA SAAVEDRA


Durante algum tempo pensamos
"Não temos razão prá viver"
Usadas por mãos insensatas
de homens que tinham prazer...
O prazer de possuir
O prazer de trabalhar
O prazer de sustentar
O prazer de emprenhar
O prazer do prazer

Hoje acordadas estamos
plenas de sabedoria
a quem nos quiser entender.
Direitos já adquiridos
Diretas e objetivas
lutando prá ver esquecidos
tabus com alguns anos de vida.

Mulheres, apenas lutamos
pagando com o nosso vencer
de frente nos reivindicamos
direito de termos prazer
O prazer de renascer
O prazer de trabalhar
O prazer de se assumir
O prazer de emprenhar
O prazer do prazer

Quero que você descubra
meu ponto G

Lígia Saavedra (Música "Ponto G" - Barcarena, 1991)

quarta-feira, 6 de março de 2013

MUNDO HOMEM - LÍGIA SAAVEDRA


Mundo Homem (Lígia Saavedra)


De quem é esse universo?
Quem loteou as galáxias?
Quantos sóis vos apagaram?
Quem a saltou, lua?

Deuses, de homem encarnados
Donos da sorte
Legislando a vida
à mercê da morte

Há tempo, horizonte?
Há tempo, floresta?
Respira mar
Inspira terra
Chove lá fora...


Imagem:

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

"ANTES..." - LÍGIA SAAVEDRA

ANTES...(Lígia Saavedra)


Antes que eu morra a alegria
Antes que eu parta a felicidade
Antes que eu chore o gargalhar
Antes que eu apague o viver...

Canto à sorte antes que eu cale
Vejo o sonho antes que eu cegue
Sinto prazer antes que eu durma
Vivo o amor antes que eu fuja

Antes que eu viva na Paz eterna... Amém!

Google Images

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

"O VAGALUME E A LUA" - LÍGIA SAAVEDRA

Imagem National Geográfic



"qual o sentir que me assume?
miro o pensar, abro a rua
da alma que sonha com a lua
do brilho "só teu", vagalume..." (Lígia Saavedra)

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

JOVEM BRASILEIRO


"PARA MARIA" - LÍGIA SAAVEDRA


PARA MARIA

O que te fiz, minha flor?
Que tu mais linda ficaste...
O que te dar, meu amor?
Quanta amizade vestiste...

De abraços teus preciso
se nos meus dias te encontro
acarinhando a alegria
destilando saudades
descascando verdades
exorcizando tristezas
alimentando risadas
e colhendo flores da terra de Maria. (Lígia Saavedra)



Poema feito em homenagem a minha amiga, poetisa Mariazinha Gonçalves, hoje dia de seu aniversário.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

"DIA DO LEITOR"

Aos sete dias desse 2013, Dia do Leitor, me espalho em letras e aglomero em palavras as ausências que fiz aqui. Feliz dia, amigos!
Imagem: maravilhosomundodetinta.blogspot.com

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com