Ajuruteua

Ajuruteua

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"O CHAPÉU DE BOTO E O BICHO FOLHARAL" -LIVRO/CORDEL DE JURACI SIQUEIRA


O cordel é o embrião de toda a trajetória de Antonio Juraci Siqueira na literatura. Foi com a leitura das narrativas impressas nos rústicos folhetos que esse poeta, trovador e cordelista da Amazônia se embrenhou nas entranhas da atividade literária. “Tudo começou, passou e permanecerá atrelado a ele, mesmo quando trabalho outro tipo de composição que, aparentemente, nada tem a ver com esse gênero”, explica. O mais recente trabalho de Juraci mergulha novamente nesse universo, é o livro/cordel “O Chapéu do Boto e O Bicho Folharal”. Publicado pela editora Paka-Tatu, ele venceu o Prêmio Mais Cultura de Literatura de Cordel 2010 – Edição Patativa do Assaré. O folheto será lançado no próximo dia 1º de fevereiro, às 19h, no Instituto de Artes do Pará.

Leia mais "AQUI"

Juraci Siqueira
Serviço:
Lançamento do livro/cordel “O Chapéu de Boto” e “O Bicho Folharal”

Data: 1º de fevereiro - quarta
Hora: 19h
Local: Instituto de Artes do Pará - IAP
End.: Praça Justo Chermont, número,
ao lado da Basílica de Nossa Senhora de Nazaré.
Preço do livro no dia do lançamento: R$ 5,00

Contatos: (91) 9311-4644 -Yorranna Oliveira
Email: imprensa@paka-tatu.com.br
Twitter: @EditoraPakaTatu
Facebook: EditoraPakaTatu


Fonte:
Guiart.com.br

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

COLEÇÃO ESTUDOS AMAZÔNICOS - LANÇAMENTO

Clique na foto para ampliar

A Editora Estudos Amazônicos para o lançamento de sua "Coleção de Estudos Amazônicos", composta por livros dedicados ao estudo da História e da Geografia da Amazônia para estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

Em quatro volumes, esta coleção trata dos mais importantes fatos históricos, dos aspectos geográficos e da diversidade social e cultural da Amazônia de forma clara e didática para atender a alunos e professores.

Os livros são de autoria da Profa. Dra. Márcia Pimentel, da Profa. MSc. Amélia Bemerguy e da Profa. MSc. Luana Guedes.

Serviço:
Lançamento da Coleção "Estudos Amazônicos"

Data: 02.02.2012
Hora: 19:00h
Local: Hall Benedicto Monteiro(Centur)
Maiores informações 091 3242 0112

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

"COLETIVO/INDIVIDUAL KAMARA KÓ"


A Galeria de Artes do Centro Cultural Brasil Estados Unidos (CCBEU), em Belém, abre no dia 26 de janeiro sua temporada de exposições 2012 com o “Coletivo/Individual Kamara Kó”. A exposição mostra a emergente produção fotográfica de Belém, acompanhada de vídeos, desenhos e uma instalação. O projeto tem a curadoria de Marisa Mokarzel e foi selecionado pelo Conselho Curador do CCBEU.

O “Coletivo/Individual Kamara Kó” reúne obras de 13 artistas agenciados pela Kamara Kó Fotografias: Alberto Bitar, Alexandre Sequeira, Anita Lima, Bob Menezes, Cláudia Leão, Danielle Fonseca, Flavya Mutran, Guy Veloso, Ionaldo Rodrigues, Mariano Klautau Filho, Miguel Chikaoka, Pedro Cunha e Keyla Sobral.

“A fotografia e a arte unem-se em um conjunto de 13 nomes que se relacionam e se interligam pela imagem, formando um coletivo individualizado pelas diferentes linguagens – uma forma própria de interpretar o mundo, experimentar técnicas, formular conceitos”, revela Marisa Mokarzel no texto de apresentação da exposição.

Galeria de Artes do CCBEU
Rua Padre Eutíquio, 1309
Vernissage: 26 de janeiro de 2012, às 19h
Visitação: 27 / jan a 07 / mar
Segunda à sexta de 10h às 12h e 13h30 às 19h30
sábado de 9h às 12h

Informações: 55 91 3221.6143
www.ccbeu.com.br

Entrada Franca.

domingo, 22 de janeiro de 2012

SALVADOR DALI - 23 ANOS DE SAUDADE

Salvador Domingo Felipe Jacinto Dalí i Domènech, Marquês de Dalí de Púbol (11 de maio de 1904 – 23 jan 1989), conhecido como Salvador Dalí foi um proeminente espanhol catalão surrealista pintor, nascido em Figueres, Espanha.

Em 23 de janeiro de 1989 morria um dos maiores ícones da pintura espanhola.
Salvador Dali era um hábil desenhista, mais conhecido pelas impressionantes e estranhas imagens em seu trabalho surrealista. Suas habilidades de pintura são muitas vezes atribuidas as influencias de mestres da Renascença. Sua obra m ais conhecida, "The Persistence of Memory" (A persistencia da memoria), foi concluída em 1931. O expansivo repertório artistico de Salvador Dali inclui cinema, escultura e fotografia, em colaboração com uma série de artistas de várias mídias.


Hoje 23 anos após sua morte revivemos essa saudade visitando a vida e obra desse magnífico artista.




Fonte:
www.salvadordali.com.br

"A LATA COMO MATRIZ DA GRAVURA EM METAL" - JOCATOS


Mostrar a capacidade de construir objetos de cunho artístico a partir da reciclagem. É o que propõe o artista visual Jocatos, a partir da exposição “A lata como matriz da gravura em metal”, que abre no dia 22 de dezembro, às 18h, Espaço Cultural Banco da Amazônia, e ficará aberta à visitação até o dia 3 de fevereiro de 2012, sempre de segunda a sexta, das 9 às 17h.

A partir de uma matéria prima potencialmente reciclável, Jocatos propõe um novo conceito para a arte, criando novas formas e invertendo o produto final de um material abandonado. Ele utiliza sobras e refugo na construção de obras que dialoguem de forma ampla com um público disposto a interagir e pensar o mundo contemporâneo, e o entorno que evolui rapidamente e muda e se transforma.

“A lata como matriz da gravura em metal” nasceu de bolsa experimental que o artista desenvolveu em Quebec, no Canadá, em 2010, quando fez Residência no ateliê de gravura no Engramme. O projeto da exposição foi contemplado no edital de pautas 2011 do Banco da Amazônia. Com larga experiência e uma trajetória inquestionável nesse universo, Jocatos abre um campo vasto de possibilidades visuais, constituídas estética e sofisticadamente com matéria prima reciclada.


SERVIÇO:
Exposição “A lata como matriz da gravura em metal”

Data de abertura: 22 de dezembro (quinta-feira)
Período de visitação: até 3 de fevereiro de 2012
Horários: 9h às 17h, de segunda a sexta
Local: Espaço Cultural Banco da Amazônia - Av. Presidente Vargas, 800
Informações: 91 8198-9370 e 9622-6814
ENTRADA FRANCA


Fonte:
Guiart.com.br

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

"A FONTE DAS MULHERES"


"A Fonte das Mulheres", do diretor romeno Radu Mihaileanu ("O Concerto", "Trem da Vida") imagina um manifesto feminista numa pequena comunidade muçulmana no Magreb, norte da África. Coproduzido pela França, Bélgica e Itália, o filme concorreu à Palma de Ouro em Cannes 2011.

Sinopse:
Centrada na guerra dos sexos, esta comédia dramática é uma fábula moderna de uma pequena vila onde mulheres ameaçam fazer greve de sexo se os homens não buscarem água em um lugar longínquo. A rebelião é liderada pela jovem liberal Leila (Leïla Bekhti).

Assista ao trailler:


A Fonte das Mulheres

Titulo Original: La Source des Femmes
Gênero: Comédia e Drama
Duração: 135 min.
Origem: França, Bélgica e Itália
Estreia: 20 de Janeiro de 2012
Direção: Radu Mihaileanu
Roteiro: Alain-Michel Blanc e Radu Mihaileanu
Distribuidora: Paris Filmes
Censura: 14 anos
Ano: 2011

Fontes:
Último Segundo

"À MARGEM DO OLHAR" - EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA DE JOÃO RAMID

"Água, Sonho e Voo" fotografia de João Ramid

Um dos fotógrafos mais premiados da Amazônia se revela de maneira diferente em nova exposição. João Ramid explora as belezas naturais e humanas da região na mostra ‘À Margem do Olhar’. Ramid deixa de lado o comprometimento documental e fotografa suas paixões, reflexões e sentimentos.

O rigor do fotógrafo documental e publicitário, dá lugar a uma outra margem do olhar, onde a emoção faz morada. Livre, ele alça vôos, sem o obrigatório compromisso de tema ou de unidade visual. São reflexões e sentimentos embaralhados; ora instantâneos daquele momento único que o olhar treinado sabe identificar (é o caso do lírico e, ao mesmo tempo, trágico registro das índias que nos induzem a pensar num tempo prestes a se acabar); ora são rastros, mais ou menos sutis, da ação antrópica sobre a natureza (como, por exemplo, a tenda escaravelho que parece se deslocar, ameaçadoramente, sobre o areal).


Saiba mais "AQUI"


Serviço
“À Margem do Olhar”
Fotografias de João Ramid

Vernissage: dia 19 – quinta
Hora: 20h
Local: Galeria Findaza
Complexo Feliz Lusitânia

Visitação: até 27 de fevereiro


Fontes:
Guiart.com.br
Imagem:
agenciapara.com.br

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

"IV CONCURSO MUNDIAL DE ECOPOESIA " - TUMBES- PERÚ


Recebi de Daufen Bach e repasso aos nossos amigos Poetas

La Unión Mundial de Poetas por la Vida – POETAS UNIVA -, en su constante preocupación y aporte a la conservación ambiental del planeta a través de la creación poética, convoca al IV Concurso Mundial de Ecopoesía 2012.

BASES

1. Pueden participar poetas de cualquier país del mundo.
El poema debe ser inédito y escrito en idioma español internacional, sin uso de vocablos o términos locales.


Cada poeta participante presentará un solo poema con una extensión máxima de 30 versos (líneas), de tal manera que posteriormente pueda ser difundido masivamente a través de un afiche, el mismo que será publicado mediante auspicios que gestionará POETAS UNIVA. El poema que exceda este límite será anulado automáticamente.
El poema no debe ser solamente un texto descriptivo de un paisaje o especie animal o vegetal, debe llevar al lector a una reflexión sobre la situación del planeta y motivar a una acción para su conservación.

El Jurado Calificador estará integrado por miembros del Consejo Directivo de POETAS UNIVA: Poeta Wilma Borchers (Chile), Presidenta Honoraria, Hugo Noblecilla (Perú) Presidente y Marco Cabrera (Perú) Vicepresidente.


Los poemas serán enviados vía correo electrónico a la siguiente dirección irca_peru@yahoo.es con el asunto IV CONCURSO MUNDIAL DE ECOPOESIA. En archivo adjunto de Word en el cual debe figurar el poema y los datos del autor: Nombres y apellidos, país y fecha de nacimiento, lugar de residencia y dirección, correo electrónico, N° de documento de identidad y fotografía en archivo JPG. No se utilizará seudónimo.
La fecha de presentación de los poemas es del 1 de enero al 28 de febrero del 2012. Los resultados serán difundidos el 30 de marzo. (Esta fecha pueda varias por algún impase con la revisión de los trabajos).


La premiación será en el marco del IV FESTIVAL MUNDIAL DE ECOPOESIA, que se realizará en la ciudad de Tumbes – Perú, del 22 al 26 de agosto del presente año. En caso que los ganadores no puedan estar presentes, se le remitirá su premio a su lugar de residencia.


Los ganadores de los tres primeros puestos se harán merecedores a un Diploma de Honor. El primer premio se hará acreedor al PREMIO POETAS UNIVA consistente en una placa. No habrá premios económicos porque consideramos que el aporte de los poetas a la conservación ambiental no debe ser a cambio de un reconocimiento monetario.
El poema ganador será difundido a nivel nacional e internacional a través de un afiche.


POETAS UNIVA gestionará la publicación de un libro con los 100 poemas que considere mejores. Los poemas no seleccionados serán desechados.
Los autores ganadores y seleccionados ceden el derecho de publicar su poema seleccionado en el libro que edite POETAS UNIVA, sin fines de lucro, quedando sus derechos de todas maneras siempre bajo su posesión para las publicaciones que estime necesarias.


La participación en el concurso implica la total aceptación de estas bases.
No se mantendrá correspondencia vinculada al certamen. Se guardará absoluta reserva sobre la identidad de los concursantes.


La Comisión Organizadora y/o el Jurado Calificador se reservan el derecho de resolver cualquier punto no previsto en estas bases.
Rogamos abstenerse de participar los poetas impacientes y los que no toleran el triunfo ajeno.

"A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM" - O FILME

A Música Segundo Tom Jobim


O longa chegará aos cinemas brasileiros no dia 20 de janeiro, sob distribuição da Sony Pictures Brasil. A família de Tom esteve presente por trás das câmeras neste projeto. A neta Dora Jobim codirigiu o filme, enquanto que o filho Paulo Jobim foi o diretor musical.

Saiba mais "AQUI"


Assista o trailler:



Fontes:
Adorocinema.com
You Tube

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

JAAK BOSMANS EM POEMAGEM



Jaak Bosmans foi eleito nosso "Colaborador de Ouro" e tem várias publicações em nosso sítio cultural.


Como o formato desta publicação é em gif ela será postada completa no lado esquerdo de nosso Blog.

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

"MOSTRA BELÉM 396 ANOS" NO CINE LÍBERO LUXARDO


O Cine Libero Luxardo montou uma programação especial com cinema paraense, em homenagem ao aniversário de Belém. A "Mostra Belém 396 Anos" exibirá produções de cienastas locais, que retratam o universo sócio-cultural da cidade em diferentes momentos de sua história.

A programação, composta por documentários, curtas, médias e longas metragens, além de bate-papo com alguns diretores, entrará em cartaz em 12 de janeiro, dia do aniversário de Belém, e prosseguirá até o dia 22 de janeiro.
Os filmes serão exibidos sempre às 19 horas, com entrada gratuita.

Semana de 12 a 15 de janeiro - 19h

Dia 12 - QUINTA
Ver-o-peso (Januário Guedes) dvd, 13’
Ribeirinhos do Asfalto (Jorane Castro)35mm, 25’
Miguel, Miguel (Roger Elarrat), dvd, 65’


Dia 13 - SEXTA
Veronika não deita (oficina da Caiana Filmes) dvd, 8’
O Mundo de Célia (Ronaldo Rosa e Sissa Aneleh), dvd, 6’55’’
Belém aos 80 (Alan Kardek), dvd, 105’

Dia 14 - SÁBADO
Muragens (Andrei Miralha), dvd, 13’
Matinta (Fernando Segtovick), 35mm, 20’
Chupa, Chupa (Adriano Barroso), dvd, 55’

Dia 15 - DOMINGO
O Engano (Lorenna Montenegro), dvd, 10’
Açaí com Jabá (Alan Rodrigues), dvd, 13’
Brutos Inocentes (Libero Luxardo) 95’


Confira a programação completa, "AQUI":



Fonte:
Guiart.com.br

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

"FELIZ ANIVERSÁRIO, BELÉM DO PARÁ!"

Nossa homenagem aos 396 anos de nossa querida capital

TÔ BELÉM (Nilson Chaves)

No meu corpo faz calor,
é sinal que vai chover.
Hoje tô minha cidade,
esperando por você.

Aproveite o fim da tarde
pra melhor me conhecer.
No seu riso tem saudade,
minha gente quer te ver.

O dia inteiro, o Peso aberto,
cheio de coisas pra você;
o feirante encantado
sempre pronto a lhe atender.

Tome um pôster do Mercado
pra nunca me esquecer,
prove os pratos variados
que ofereço pra você.

Hoje em mim é feriado,
na estação tudo é lazer.
Dê um pulo nos teatros
e me ouça com prazer
através dos meus cantores,
que me cantam como quê,
falam muito dos amores
e eu, nenhum pra oferecer.

Beira e o tempo varrido,
outro dia vai nascer.
Essa noite é minha e sua,
amanhã quero te ver.

Hoje eu tô minha cidade,
tô cuíra pra saber
da nossa felicidade,
tô Belém só pra você.

eu sou Mosqueiro, sou carimbó,
índio moleque paraoara.
círio de nazaré, ilha do marajó,
icoaraci, brega e marujada.

sou amazônia, eu sou RE X PA!
sabor de fruta marajoara,
mestre pinduca, rui, waldemar,
feliz lusitânia, paraoara.

tô Belém só pra você. (4x)

eu sou Mosqueiro, sou carimbó,
índio moleque paraoara.
Círio de nazaré, ilha do marajó,
Icoaraci, Calypso e marujada.

Eu sou amazônia, eu sou RE X PA!
Sabor de fruta marajoara,
mestre pinduca, rui, waldemar,
Janelas para o rio, paraoara.

tô Belém só pra você. (4x)



"Parabéns, cidade morena!

domingo, 8 de janeiro de 2012

"MELANCOLIA" - O MELHOR FILME DO ANO


Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos EUA elegeu os melhores de 2011 e Melancolia levou o grande prêmio de Melhor Filme do ano. A produção de Lars von Trier ainda rendeu o prêmio de Melhor Atriz para Kirsten Dunst, enquanto Brad Pitt ficou com o de Melhor Ator por seu trabalho em O Homem que Mudou o Jogo e Árvore da Vida, dirigido por Terrence Malick que foi nomeado Melhor Diretor.

Até o momento, o filme Melancolia estava sendo ofuscado pela polêmica gerada por seu diretor que disse ser nazista, sendo banido do Festival de Cannes, enquanto a protagonista Kirsten Dunst brilhava e levava o prêmio de Melhor Atriz no mesmo festival.

Sinopse:

O tempo só serviu para afastar as irmãs Justine (Kirsten Dunst) e Claire (Charlotte Gainsbourg). Nem o casamento entre Justine e Michael (Alexander Skarsgård) serve como desculpa para aproximá-las e, depois da cerimônia, Justine começa a ficar triste e melancólica. Quando o anúncio sobre a colisão da Terra com outro planeta chega ao conhecimento, as reações são bem diferentes. Justine está conformada, enquanto o desespero do iminente fim apavora Claire.


Ficha técnica
Gênero: Drama
Diretor: Lars von Trier
Elenco: Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Charlotte Rampling, John Hurt, Alexander Skarsgård, Brady Corbet, Stellan Skarsgård
Produção: Meta Louise Foldager, Louise Vesth
Roteiro: Lars von Trier
Fotografia: Manuel Alberto Claro
Duração: 136 min.
Ano: 2011
País: Alemanha/ Dinamarca/ França/ Itália/ Suécia
Cor: Colorido

Distribuidora: Califórnia Filmes
Estúdio: Zentropa Entertainments / Memfis Film / Slot Machine / Zentropa International Köln / BIM Distribuzione / Trollhättan Film AB
Classificação: 14 anos

Prêmios
- Melhor Atriz (Kristen Dunst) no Festival de Cannes de 2011.
- Melhor Filme do Ano pela Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos EUA
- Melhor Atriz para Kirsten Dunst também pela Sociedade Nacional de Críticos de Cinema dos EUA

Assista ao trailler:


Fontes:
Yahoo Cinema
You Tube

sábado, 7 de janeiro de 2012

"MORTAL" - LÍGIA SAAVEDRA


Mortal

As paredes gritam com um alvo silêncio
A cura se fará com... No tempo ditado por Ele
Escuto mas não creio, enlouqueço. E pranto.
O que merecerá a dor?
Qual o premio pela minha impudência?
Onde estão meus cabelos?
Foram-se com a fé.

Acreditando em viver e ponto
E baseado no prazer por prazer
Dormi com a harpia e acordei nada.
Roubou-me a cor do sangue
E quando me encontrar a devolverá em pó
Pois dele viemos
E a ele me devolvo.


A ferida na alma não dói. Agoniza.
O temor da Hora adianta a angústia
Penso no Pai a quem nunca busquei. E pranto.
O que merecerá a morte?
De que vida fui feito que, como Noélio, não escrevi?
Fechem-se as cartas e postem-se as lágrimas
Que há tantas para o amor quantas há para chorar.


Lígia Saavedra
Publicado no Overmundo em 23.10.2007

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com