Ajuruteua

Ajuruteua

quarta-feira, 28 de março de 2012

ARTHUR NOGUEIRA, CONVIDA

terça-feira, 27 de março de 2012

MERCADO DO VER-O-PESO - 385 ANOS

Várias atrações culturais foram apresentadas por toda a semana culminando com uma grande festa hoje para comemorar o aniversário do Mercado do Ver-o-Peso que completa 385 anos.

A lavagem da pedra do peixe, o carimbó do Grupo Pará Folclórico "Frutos do Pará" e ainda um enorme bolo marcarão a festa desse nosso tão importante símbolo paraense.


Sobre o Ver-O-Peso:
O Ver-o-Peso é um mercado situado na cidade brasileira de Belém, no estado do Pará, estando localizada no Boulevard Castilho Franca. Símbolo da cidade, é sua maior atração turística e a maior feira livre da América Latina.

O mercado do Ver-o-Peso abastece a cidade com variados tipos de gêneros alimentícios e ervas medicinais do interior paraense, fornecidos principalmente por via fluvial.
Foi candidato à uma das 7 Maravilhas do Brasil.
Localizado na área da Cidade Velha (Belém) e diretamente às margens da baía do Guajará, foi construído em 1625 no porto do Pirí, assim chamado na época.

Enquanto um entreposto fiscal, seu nome faz jus às chamadas Casas do Ver-o-Peso, projetadas no Brasil, em 1614, para conferir o peso exato das mercadorias e cobrar os respectivos impostos para a coroa portuguesa. A partir de então foi popularmente denomindo lugar de Ver-o-Peso, dando origem ao nome do mercado, já que era obrigatório ver o peso das mercadorias que saiam ou chegavam à Amazônia, arrecadando-se os impostos correspondentes. No final do século XIX e XX, o local que temos hoje por Complexo sofreu uma série de modificações tanto funcionais quanto em sua paisagem se adaptando às necessidades e gostos da Belle Époque. Foi nessa época que houve aterramento da Baía do Guajará, amplicação do Mercado de Carne, construção do porto e o Mercado de Ferro.

O mercado faz parte de um complexo arquitetônico e paisagístico que compreende uma área de 35 mil metros quadrados, com uma série de construções históricas, dentre elas o Mercado de Ferro, o Mercado da Carne, a Praça do Relógio, a Doca, a Feira do Açaí, a Ladeira do Castelo e o Solar da Beira e a Praça do Pescador. O conjunto foi tombado pelo IPHAN, em 1997.



Fontes:
Wikipédia

Imagens:
umguiapelomundobylevifreirejr.blogspot.com
lucasgalodoido

segunda-feira, 26 de março de 2012

"VIDA E SONHO" - RENATO TORRES


Recado importante de Renato Torres

Amigos: é com imenso prazer que venho anunciar que, depois de quase 23 anos de carreira, farei este ano meu primeiro show solo, "Vida é Sonho", no Sesc Boulevard, nos dias 20 e 27 de abril, às 19h, com entrada franca. estarei com muitos amigos e convidados especiais, que serão divulgados em breve.

Sobre o artista:
Renato Torres (Belém-Pa. 02/05/1972) - Cantor, compositor, poeta, instrumentista, arranjador e diretor musical.

nasci numa tarde clara de terça-feira,
na pedra rara da água mansa.
nasci somente a ver navios, a ter baldios
terrenos vazios como reino, meu cetro
era um galho de abacateiro, meu cheiro
um quintal vivo de terra desnuda.

eu era uma muda estranha no ventre
da mãe, tão terrestre quanto eu; um vento
abobadando o abdômen daquela mulher pequena.
eu era a pena, eu era o homem, eu era insone,
eu era o sonho imprevisto, o incesto pueril,
eu era o pavio curto de uma secreta explosão.

era um coração. já era nato: rei de nada.
já de pé, pó de estrada. era nem ontem, nem amanhã...

hoje soo.(Renato Torres)

segunda-feira, 19 de março de 2012

O "BOOM" DA MÚSICA PARAENSE

Lia Sophia


Bem a tempo o Brasil e o mundo descobrem a beleza da Música Brasileira feita no Pará. Gaby Amarantos

Fomos descobertos!
Felipe Cordeiro

Vários talentos locais estão na mídia nacional e há um clima de sucesso rolando em uma trilha sonora de novela global e em outros canais televisivos. E isso é ótimo!
Nanna Reis

Afinal foram anos e anos apenas com Fafá de Belém e Leila Pinheiro seguidas pela Banda Calipso como talentos musicais do Pará, enquanto aqui explodiam Nilson Chaves, Iva Rothe, Lu Guedes, Gaby Amarantos, Lia Sophia, Aila Magalhães, Jeanne Darwich, Vital Lima, Lucinha Bastos, Felipe Cordeiro, Renato Torres, Gigi Furtado, Alcyr Guimarães, Nanna Reis, Pedrinho Cavalléro, Alba Maria, Luê Soares, Arthur Nogueira, Adriana Cavalcante, Marcos Puff, Ziza Padilha, Dayse Addário, Elói Iglesias, Dona Onete, Maria Lídia, Fabrício dos Anjos, Patrícia Rabelo, Pedrinho Callado,Simone Almeida, Joelma Claudia, Olivar Barreto, Daniel Lima, Reginaldo Vianna, Andréa Pinheiro, Mahrco Monteiro, Arraial do Pavulagem, Ivan Cardoso, Allan Carvalho, Juliana Sinimbú, Adriana Malato e mais um bocado de maravilhosos intérpretes, cantores e cantoras paraenses, ávidos para serem consumidos pelo público brasileiro.
Juliana Sinimbú

Uma verdadeira constelação de talentos musicais.

Sucesso, amigos!

Gigi Furtado

Do blog Musica Paraense.Org trouxemos este soundcloud para vc ouvir alguns desses nomes da nossa música:


Fontes:
MusicaParaense.Org
Google Images

quinta-feira, 15 de março de 2012

"ACORDE MARGARIDA" - ESTRÉIA HOJE

Musical sobre Margarida Schivasappa estreia hoje

Escrita por Carlos Correia Santos, a peça é livremente inspirada nos relatos e documentos reunidos pelo pesquisador Antônio Pantoja ao longo de vários anos.

A montagem tem direção geral de Hudson Andrade, direção musical de Reginaldo Viana, assistência de direção de Luciana Porto e assistência de direção musical de Zé Neto. No elenco, Maíra Monteiro, Tiago de Pinho, Fernanda Barreto e Juliana Porto.

Participação especial de Leoci Medeiros. As coreografias são de Waldete Brito. A cenografia e figurino foram criados por Neder Charone. A luz tem assinatura de Sônia Lopes. As fotos de divulgação são de Brends Nunes e Frederico Mendonça.

A realização é da Companhia Teatral Nós Outros, com incentivo da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves.

Serviço:
A primeira temporada de Acorde Margarida acontece de 15 a 18 de março, no teatro Cláudio Barradas, com sessões sempre às 20h.
Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Informações: 8167-3835

CRÔNICA PESSOAL - ROSANA RODRIGUES


O Face me pergunta. O que você está pensando?

Por incrível que pareça, meus pensamentos voam longe demais e as vezes não consigo alcançá-los porque acabam se perdendo de mim. Mas hoje acordei com um desejo enorme de escrever. Escrever minhas crônicas; crônicas do meu tempo e de pensamentos dispersos perdidos entre lembranças e recentes recordações do ontem.

Engraçado..., a cada segundo que envelheço, amadureço pensamentos em idéias e ideais que me envolvem e me devolvem a lucidez por segundos perdida em devaneios. Ontem contemplei a chuva, adoro a chuva. Era noite e os pingos dourados produzidos pelos faróis dos carros caíam no asfalto promovendo em mim uma nostalgia infantil. Cheguei em casa, abri a janela e fiquei olhando incessantemente cada gota, cada pingo e seu burburinho entre as folhas do meu jardim.

Acordei com o dia nublado, cumprimenteio-o como sempre o faço, recebi a visita de uma bela borboleta alaranjada que contente sugava o néctar das flores ainda molhadas. Percebi a felicidade embrionária fecundando em mim um êxtase de plenitude. Ouvi gritos, risos, sussuros. Estava alí, no saguão de minha casa, experimentando o óbvio, despercebida pela borboleta alaranjada que não me notou, e, se notou. fez-se ausente de mim.

Pensei em minha amiga que foi trocada por engano pelo amor mal resolvido e absorvida em prantos se maldizia do amor trocado. Pensei no morto, assassinado pelo amigo desafeto porque o amor preferiu morar com outro. Pensei nas famílias que perdem seus filhos, sem nunca poder resgatá-los. Pensei o quanto fui tola por não saber lidar com sentimentos à mim tantas vezes outorgados. Pensei na felicidade simples em simplificar a vida, pensei, pensei e resolvi externar.

Rosana Rodrigues


Sobre a autora:
Rosana Rodrigues é radialista, escritora e poeta. Rosana é locutora da Rádio Cultura FM.
Começou com a emissora em 11 de outubro de 1985, ou seja há 26 anos.
Sua voz linda e rouca – inconfundível - pode ser ouvida todas as noites de 20 a O hora no sonzão da rádio em 93.7 Mhz.


Fontes:
Facebook
Meu coração

quarta-feira, 14 de março de 2012

ARTE NA AREIA - ANDRES AMADOR










O artista americano Andres Amador faz arte com areia, criando incríveis desenhos que devem ser vistos de cima. Utilizando a areia da praia como sua tela, com o tempo as ondas do mar cobrem os desenhos e os apagam. O resultado deste belíssimo trabalho, você confere nas imagens a seguir.

Fonte:
Blog CNN - Curiosidades na Net

terça-feira, 13 de março de 2012

14 DE MARÇO - "DIA NACIONAL DA POESIA"

Google Image
PARA TI (Lígia Saavedra)

Contigo enterneço
se és pão.
E em ti me derramo
quando és verso.

Alimento o vate
que bebe de sua magia
colando palavras ao universo
que a ti dedico, Poesia.

domingo, 11 de março de 2012

"INVISÍVEL" - LÍGIA SAAVEDRA

Imagem:br.freepik.com
INVISÍVEL (Lígia Saavedra)

"Nesse mundo nada sou
grão de areia no deserto
oceano de vazios
aberto ao pensamento
ser depois do só incerto

Ponte que liga reflexos
obsoleta ilusão
corpo que desce à morte
plágio da graça encontrada
causa perdida à sorte

Fundindo o esquecimento,
o tempo e a solidão."

quarta-feira, 7 de março de 2012

PARABÉNS, MULHER!

D. Joana Guedes, minha mãe

8 de março, "Dia Internacional da Mulher" e um dia de enorme representatividade para todas nós mulheres no mundo.

Peço a vossa permissão para deixar aqui registrada, excepcionalmente neste março de 2012, a minha homenagem (In Memorian) a uma mulher que muito significou na minha vida, D. Joana Guedes, minha mãe.

Uma grande mulher num pequeno corpo que passou por esse mundo deixando aos seus, lições de dignidade, honra, superação e principalmente de amor.

Sua partida em agosto de 2011 não nos fez mais tristes e sim mais maduros, pois seus ensinamentos nos acompanharão por todo o sempre e sua lembrança jamais se apagará dos nossos dias enquanto vivermos.

Por todas as mulheres que tanto lutaram e ainda lutam por seus direitos, por você minha mãe e para todas as nossas filhas, amigas e companheiras de luta...

Feliz Dia Internacional da Mulher!

quinta-feira, 1 de março de 2012

"JANELAS DE MARÇO" - RONALDO FRANCO

Uma janela sem pudor
ora sendo amor
ora sendo esperas
sendo horas:vazias


A coreografia da solidão
começa aí
(pois só a dança dos pensamentos
nos cura do só)


Silêncios:
do que emerge do sossego
da saudade
do que imerge no medo
da cidade


Essa mulher que abre o livro
para ouvir a voz das letras


Olhando as consoantes > lá fora
Com claras vogais > por dentro


Não importa que os meus olhos só alcancem a janela:
os meus pensamentos vão mais longe que as minhas pernas...


Uma linda homenagem a todas nós mulheres nesse março que nos festeja.

Muito obrigada, Poeta querido!

Sobre o autor:
Ronaldo Sérgio Batista Franco nasceu em Belém. Jornalista por excelência, é considerado pela intelligentsia paraense como um artesão das palavras. Um trabalhador sem relógios. Ronaldo Franco também é poeta, escritor, blogueiro e ativista cultural. Atualmente escreve no Caderno "Por Aí" do jornal "O Diário do Pará".

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com