Ajuruteua

Ajuruteua

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

ALIANE SOUZA - RECITAL NA IGREJA DE SANTO ALEXANDRE EM BELÉM-PA





Com um programa que inclui clássicos de Rossini, Verdi, Bizet, De Falla e Saint-Saës, a mezzo-soprano paraense Aliane Sousa se apresenta no próximo dia 19 de setembro, em Belém. O recital , que terá a participação da concertista paraense, é uma iniciativa do governo do Estado, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), entrada franqueada ao público, sem distribuição de ingresso.

Natural de Belém do Pará, Aliane Sousa iniciou os estudos de canto lírico em 2007, na Escola de Música da Universidade Federal do Pará (EMUFPa), na classe do professor Mestre Milton Monte e, indicada por ele, passou a integrar o Madrigal da UEPa.

Em 2008 participou da montagem da ópera “Acis e Galatéia” de Haendel, regida por FellippeForget com a orquestra Jovem da EMUFPa. Ainda naquele ano, foi solista da comédia operística “Le Plaisir de Versaille”, de Marc Antoine Charpentier, sob a regência de Parsival Modulo.

Participou, também em 2008, do Opera Studio, do Festival de Ópera do Theatro da Paz, em Belém. No mesmo ano, sob a orientação do diretor de cena Wiliam Ferrara e da soprano Jena Vieira, apresentou-se com o Trio das Cartas, na ópera Carmem, de Bizet, como “Carmem”, e com o dueto “Ah guarda sorella”, da ópera “Cosìfantutte”, de Mozart, interpretando “Dorabella”. Ainda em 2008 participou do XII Concurso Maracanto (São Luís-MA).

No X Festival de Ópera do Theatro da Paz, em 2009, integrou o coro da ópera Carmen, de Bizet. Em 2010, no XI Festival de Ópera do Theatro da Paz participou do coro da ópera “La Traviata”, de Verdi, tendo sido selecionada para o Masterclass de Canto da professora convidada Laura de Sousa.

Desde o início de 2011 está sob a orientação da professora e cantora lírica paraense Márcia Aliverti. Em abril de 2012 participou do concurso de canto Salvalírico (Salvador-BA), onde foi agraciada com os prêmios do Júri Popular e Voz Revelação, que lhe valeu uma Bolsa de Estudos para a Universidade Esmaer, na cidade do Porto, em Portugal.

Realizou seu primeiro recital solo no dia 19 de junho de 2012, na Igreja da Santíssima Trindade, com acompanhamento da pianista Adriana Azulay.

Helena Maia - Paraense, nascida em tradicional família de músicos - os Nobre -, Helena Maia iniciou os estudos de piano em Belém, com a professora Maria do Carmo Cardoso, formando-se no Conservatório Carlos Gomes, na classe da professora Enid Mendes Barroso Rebello. No Rio de Janeiro aperfeiçoou-se com os professores Josephina Mignone, Homero Magalhães, Arnaldo Estrella e Esther NainbergVainer, e em São Paulo, com Joseph Klias.

Helena Maia é mestra em Música pela Escola de Música da Universidade do Rio de Janeiro. Exerce atividades didáticas no Conservatório Carlos Gomes, no curso de Bacharelado em Piano e na Escola de Música da UFPa., onde fundou e foi a primeira regente da Orquestra Juvenil da Instituição. Foi também integrante do Trio Camerístico Paraense, desde a sua fundação. Suas atividades artísticas incluem gravações em disco, rádio e televisão Helena Maia também é recitalista e concertista, e a carreira acumula inúmeras apresentações com os mais renomados nomes nacionais e internacionais.

Serviço

Recital da mezzo-soprano paraense Aliana Sousa, com acompanhamento da pianista concertista paraense Helena Maia. O espetáculo será no dia 19, inicia às 20h, na igreja de Santo Alexandre, localizada na praça Frei Caetano Brandão, no bairro da Cidade Velha. A entrada é franca, sem distribuição de ingressos.


Fontes:
Texto: Celival Lobo
Foto: Bruno Pellerin

sábado, 15 de setembro de 2012

VIAGEM EM MIM - LÍGIA SAAVEDRA


Viagem em mim(para a amiga Joyce)


" Rasga o céu desse
coração
a cor
do avião vindo
quando a inspiração
pousa na nuvem do verso triste

amor se vai
inexiste

se volta e persiste
é dor que se sente rindo"

LÍGIA SAAVEDRA

Imagem:
xxxvencebahia.blogspot.com

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

ZIMBARIMBÓ 2012 - A grande festa do Carimbó de Marapanim


ZIMBARIMBÓ 2012 - A grande festa do Carimbó de Marapanim



Vista aérea de Marapanim


Marapanim, terra de encantos e tradições, a “borboletinha do mar” na língua dos primeiros moradores Tupis, capital mundial do Carimbó, esse ritmo nascido da fusão das culturas ancestrais indígenas, africanas e lusitanas, aqui preservado em sua essência há mais de dois séculos. São dezenas de Mestres e cerca de 40 Conjuntos de Carimbó em atividade, distribuídos em zonas distintas (Salgado e Água Doce) no território do município, que lutam para manterem vivas suas raízes histórico-culturais mesmo sem ter o devido apoio e reconhecimento, revelando a força e a diversidade dessa manifestação nesta região.






Mestres de Marapanim no I Encontro Marapaniense
da Campanha do Carimbó (março/2008)
(foto por Isaac Loureiro)



Unidos em busca da valorização e reconhecimento efetivos dessa tradição, Grupos e Associações Culturais do Carimbó de Marapanim decidiram organizar um evento próprio, que proporcionasse ao mesmo tempo visibilidade e dignidade a todas as pessoas que compõem essa maravilhosa diversidade criativa. Assim nasceu o ZIMBARIMBÓ – A Festa do Carimbó – que teve sua primeira edição realizada em dezembro de 2008 na Arena do Bom Intento com a participação de mais de 20 Conjuntos de Carimbó marapanienses. A iniciativa mostrou a força e a capacidade de organização de quem realmente mantém vivo o Carimbó de Marapanim, favorecendo o protagonismo dos grupos e suas associações e fortalecendo o movimento carimbozeiro pelo registro dessa manifestação como patrimônio imaterial brasileiro.



União entre grupos e associações tornou possível a criação
do ZIMBARIMBÓ
(foto por Isaac Loureiro)



O nome ZIMBARIMBÓ é uma junção das palavras “zimba” (como era chamado o carimbó antigamente na região) e “carimbó” (a forma atual), simbolizando nosso esforço em preservar e dar continuidade a essa tradição que é fundamental para a identidade cultural do povo de Marapanim, do Pará e do Brasil.


ZIMBARIMBÓ 2012: Marapanim celebrando nossa maior tradição


Mantendo firme a bandeira do reconhecimento do Carimbó como patrimônio cultural brasileiro, a edição 2012 do ZIMBARIMBÓ – A Grande Festa do Carimbó de Marapanim – acontece nos dias 7 e 8 de setembro na cidade de Marapanim, no litoral atlântico do Pará, reunindo grupos e mestres do Carimbó tradicional do município e da região em um evento que pretende celebrar e proporcionar visibilidade a essa que é a grande expressão da cultura popular paraense e amazônica.




Apresentação de Grupos no I Zimbarimbó (2008)
(foto por Isaac Loureiro)


A iniciativa é dos Grupos e Associações Culturais Japiim, Raízes da Terra, Uirapuru, Borboleta do Mar, Os Originais e Flor do Mangue, em parceria com a Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro e contando com o apoio da SECULT-PA, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, Rede Cultura de Comunicação, Prefeitura Municipal de Marapanim, Instituto Muirapinima, Associação dos Geógrafos do Brasil – Seção Belém, CONFRAGEO, dentre outras instituições.



A abertura do ZIMBARIMBÓ 2012 acontece na sexta-feira à noite (7 de setembro), com uma grande Rodada de Carimbó na Praça da Matriz, próximo à orla da cidade, onde se apresentam músicos e dançarinos de vários grupos de Marapanim, antecipando a festa que ocorrerá no dia seguinte. Haverá também sorteio de prêmios e um Bingo Dançante, estratégia para auxiliar a angariar fundos para as despesas do evento.


Outra atividade nessa noite será o Circuito Cine-Carimbó, uma ação da Campanha do Carimbó que percorre as comunidades carimbozeiras da capital e do interior do Estado exibindo filmes sobre essa temática. NoZIMBARIMBÓ será exibido o documentário “Pau & Corda: Histórias do Carimbó”, produzido recentemente pela TV Cultura do Pará e que mostra o cotidiano de pessoas em Marapanim, Belém, Curuçá e Santarém Novo que fazem desse ritmo a sua vida. A iniciativa busca democratizar o acesso dessas comunidades à produção audiovisual paraense e brasileira.



Cartaz do Documentário"Pau & Corda"


No sábado (8 de setembro) a programação começa pela manhã no Barracão do Grupo Uirapurú, onde acontece o 3º Encontro de Mestres e Mestras do Carimbó de Marapanim, um espaço de diálogos e vivências entre mestres e mestras tradicionais do município e região. Mediado pela Campanha do Carimbó, o encontro pretende reunir saberes e fazeres de várias tradições importantes do Carimbó, como os instrumentos artesanais, os batuques, as danças típicas, buscando contribuir para o reconhecimento da importância desses mestres na preservação e transmissão da cultura tradicional às novas gerações.



O saudoso Mestre Bento no 1º Encontro dos
Mestres de Marapanim (2008)
(foto por Isaac Loureiro)


Pela parte da tarde o evento se inicia com o tradicional Cortejo do Mastro de São Benedito, que sairá da residência do Mestre Melentino Gomes (Mestre Meleco), homenageado peloZIMBARIMBÓ 2012. Percorrendo as ruas da cidade ao som do legítimo carimbó do Grupo Uirapurú, o Cortejo do Mastro seguirá até o local do evento, no Bosquinho de Marapanim, onde será feita a cerimônia de levantação do mesmo.



Mestre Melentino, lenda viva da flauta artesanal do carimbó,
homenageado do ZIMBARIMBÓ 2012
(foto por Isaac Loureiro)



E a noite de sábado será então tomada pelo legítimo Carimbó Pau e Corda, com a apresentação no palco do ZIMBARIMBÓ 2012 de vários grupos representativos da diversidade carimbozeira de Marapanim e do Pará. A programação da mostra musical contará com a participação de 12 Conjuntos de Carimbó do estilo Raiz, sendo 11 do município de Marapanim e um convidado de Belém pelo Circuito ZIMBA PARÁ, o grupo Sancari.



Dançarinos tradicionais no ZIMBARIMBÓ 2008
(foto por Isaac Loureiro)


O evento oferece uma boa amostra da qualidade e beleza do carimbó marapaniense, com grupos da cidade e das regiões do interior do município mostrando sua arte e peculiaridades, um verdadeiro tesouro para quem gosta e reconhece a importância da cultura de nosso povo. Por lá passarão os Conjuntos Japiim, Borboleta do Mar, Os Filhos de Marapanim, Flor do Mangue, Uirapuru, Flor da Cidade, Uirapuru Mirim, Os Originais e Raízes da Terra, além dos gruposVerde Rama (da Vila Boa Esperança, região da Água Doce) e Alegria de Porto Alegre (da Vila Porto Alegre, região da Água Salgada). Segundo a coordenação do evento, a intenção era envolver mais grupos nesta edição, mas em função de limitações financeiras não foi possível ampliar o número de participantes.





Valorização e dignidade para os artistas do carimbó
(foto por Isaac Loureiro)


O ZIMBARIMBÓ 2012 faz parte do CIRCUITO ZIMBA PARÁ, projeto que integra diversos festivais e eventos promovidos por grupos e comunidades vinculados à Campanha Carimbó Patrimônio Cultural Brasileiro. Todas as atividades do evento serão gratuitas e abertas ao público.

SERVIÇO:


O que: ZIMBARIMBÓ 2012 – A Grande Festa do Carimbó de Marapanim
Quando: 07 e 08 de setembro de 2012
Onde: Praça da Matriz e Bosquinho Municipal (ao lado do terminal Rodoviário), Marapanim, Pará

Contatos e Informações:

Marapanim: (91) 9918-9368/9329-6635 (Zuleide) e (91) 9277-3201 (Mestre Manoel)
Belém: (91) 8814-4047 (Prof. Favacho) e 8722-9502 (Isaac Loureiro)
Correio eletrônico: zimbapara@gmail.com
www.facebook/zimbarimbo
Blog: www.zimbarimbomarapanim.blogspot.com



Fonte:http://campanhacarimbo.blogspot.com.br/2012/09/zimbarimbo-2012-grande-festa-do-carimbo.html

terça-feira, 4 de setembro de 2012

NOSSO BLOG RECEBE HOMENAGEM DO POETA AZUIR FILHO

Ser homenageada em vida renova as nossas expectativas e nos dá ânimo para mais fazer.

Muito obrigada, Azuir Filho!

Azuir Disse:

Nossa Homenagem a Camarada e Professora Poeta Saavedra, estandarte da esperança do arrebol. O sacrifício de Jesus e todos, não foi em vão.
Mãe,Amiga, Companheira de Luta, Caminhante e Mestra querida como o Nazareno a transcender no Sentimento e a nos orgulhar e nos animar a irmos em frente com o ideal de uma Humanidade Irmã.


SAAVEDRA MÚSICA CHIBÉ POESIA, O BLOG DA COR DO ASSAI.

É um momento de Santidade. que vale a pena a vida.
Nossa Alma em Liberdade, na Ação mais desprendida.
Consciência e Cidadania, o próprio sentido de existir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Mulher Poeta maravilhosa, que viva já é toda celestial.
Mãe Guerreira Valorosa, nos aponta o sentido ideal.
Vida é a Eucaristia, é comungar, partilhar e dividir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Mulher coração Valente, irmã, amiga e Professora.
Como bandeira vai na frente, sua marcha é redentora.
Nossa Poetisa da Filosofia, No perdão todo Porvir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

É Montanha em Sermão, é Bom Jesus e Nossa Senhora.
Nos descortina a imensidão, é quem sabe faz a hora.
Ela é abençoada Ave Maria, e Pai Nosso pra insurgir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

É o Brasil e o Nosso Pará, é o Para é todo o Universal.
É o Humano a se irmanar, buscando a essência Divinal.
Alma de Deus com alegria, das dores do mundo sentir
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Não faz a nada ignorar, e não deixa nada abandonado.
Responsável em todo cuidar, não ter crime ou pecado.
Vida Lição de sabedoria, a gente aprende no assistir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Uma Alma Portentosa, Deus deu sentimento e bondade.
Mãe Amiga tão Jubilosa, nossa Lição de Humanidade.
Fé é viver Fidalguia, é ter luz e preparo pra servir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Pra ela nossa homenagem, nosso estandarte de amor.
É uma Lição de coragem, Mestra amiga qual Salvador.
Vida vai e fica magia, de Castro Alves fica o Porvir.
Saavedra Música Chibé poesia, o Blog da cor do Assai.

Azuir e Turmas: do Social da Unicamp, Campinas, SP, Amigos de Rocha Miranda,
Rio de Janeiro, RJ e de Amigos de Mosqueiro, Belém , PA.

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com