Ajuruteua

Ajuruteua

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

JEANNE DARWICH



Sobre a cantora:
Jeanne Darwich é cantora-intérprete e bailarina que, após 09 anos de estudo de canto, dança e teatro no Rio de Janeiro, volta a sua terra de origem - Belém.

É formada em Psicologia (UNESPA/PA) e Educação Física (UGF/RJ) e estudou na Escola de Música Villa-Lobos onde nos Festivais da Escola recebeu os prêmios de Melhor Música e Melhor Intérprete.

Participou como integrante no naipe de soprano em diversos corais naquela cidade. Seu trabalho solo de maior importância foi desenvolvido no Grupo Roque Malasartes (folk-rock) com o qual gravou um Cd e fez diversas apresentações destacando-se a realizada no Teatro do BNDES - Rio de Janeiro.

Seu projeto final de pesquisa na escola de música Villa-Lobos onde estudou, foi sobre a vida e a obra de Waldemar Henrique, resultando numa palestra sobre o trabalho pesquisado e apresentação de algumas obras do maestro. Fez cursos de ballet clássico, moderno e jazz, realizando apresentações em companhias de dança, nas três modalidades e também com grupo de dança contemporânea. Fez curso de Teatro e Tv com Roberto Bomtempo durante o ano de 1993.

Assista a um vídeo de Jeanne Darwich:



Serviço:
Noite de autógrafos do Cd VOZ DO SENTIMENTO de Jeanne Darwich

Dia 11 de fevereiro de 2011
às 19h
Estação Saúde Unimed
Manoel Barata esquina com Rui Barbosa
Patrocínio Unimed Belém
Apoio Polo Cultural


Fontes:
Reginaldo Santos via Orkut
Site da artista

domingo, 30 de janeiro de 2011

JOHN GUTHRIE - PINTOR CHEROKEE
















Sobre o artista:
John Guthrie é um artista Cherokee com muitos prêmios nacionais a seu crédito. Sua obra pode ser encontrada em colecções privadas de arte e prestigiadas galerias de arte nativos americanos nos Estados Unidos.

Fontes:
Site do artista

I ENCONTRO DE BLOGS DO PARÁ


Dia: 26/02/2011
Local CNBB (Confederação dos Bispo do Brasil- Regional Norte)
Inscrições: encontrodeblogueirosdopa@gmail.com
Informações: (91) 8303-37920

Fonte:
Ananindeua Debates

sábado, 29 de janeiro de 2011

ANDRIUS KOVELINAS











Sobre o pintor:
Andrius Kovelinas se formou na escola de arte em alta Kishinau, a Lituânia, em 1978. Ao longo dos anos Andrius distinguiu-se nos círculos da arte em toda a Europa, tendo participado em várias exposições em países como a sua terra natal, Lituânia, Rússia, França e Suécia.

Um mestre de sua arte, ele se mudou para a Irlanda com sua família em 2003, e suas pinturas estão em exposição em curso aqui na galeria Verde.


Assim como muitos outros assuntos tintas mulheres Andrius. Quando se trata de pintar mulheres Andrius leva alegria ao falar deste tema e vai continuar a exercer a pintura extraordinárias obras de mulheres bonitas, desde que ele será capaz de pintar.

Ele acredita que as mulheres são projetados espantosamente pelo nosso Criador.

Estilo e técnicas, como tal, não são tão importantes para ele. Quando ele sai para começar uma pintura que ele é capaz de variar o estilo e técnica, e depois ir para o trabalho
sobre ele. E embora ele não se esforça para cumprir um determinado estilo, ele tenta adicionar suas próprias experiências e conhecimento. O produto final é deixada para o povo de julgar e medir.

É bom saber que existem pessoas lá fora que adoro o trabalho Andrius. No fundo, ele sabe, que quando uma pessoa
compra o seu trabalho e pendura-la na parede, recebendo luz constante, acusada de energia eo amor de Deus, tanto Andrius eo espectador tem a satisfação mútua entre eles a ter lugar.

Fonte:
Artbank.com
Berussa via Facebook

LÍGIA SAAVEDRA - CRISTAIS DE SAUDADE


Às 15:00 horas do dia 29 de janeiro de 2009, meu filho Alex partiu e em sua homenagem escrevi este poema que Pedrinho Cavalléro tão lindamente emoldurou.
Hoje, passados dois anos, vive em mim esta saudade que necessito compartilhar e que aqui se transforma em lágrimas de poesia.



Cristais de Saudade - Lígia Saavedra e Pedrinho Cavalléro

De nós nada se perdeu
pois transformei
tua ausência em melodia.
E as horas passam...

Mas, se a dor se espalha
raspo um tacho de saudade
É quando o tempo
se transforma
em cristais de poesia.
E os dias passam...

Perpetuo o meu amor
cristalizado
nas gotas da esperança
de um dia te encontrar
e abrandar o tempo
com a lembrança
do teu sorriso.

Perpetuo o teu amor
cristalizado
nas gotas da esperança
de um te encontrar
e abrandar o tempo
com a lembrança
do teu sorriso.
"ILUMINADO"


Google Images

LÍGIA SAAVEDRA - NADA A DIZER


NADA A DIZER

Cadê você fantasia?
Que me iluminava a verve
Hipnotizava o pensamento
Transportando-me ao mundo
Dos devaneios andróginos
Do meu coração de poeta

Onde andarás criação?
Partistes ao meio dia
De um dia que nunca anoitece
Pois nele a lua não mora
Para não acarinhar a inspiração
Que em mim já se fazia

Faz-me falta à companhia
Dos mais lindos versos escritos
Em noites de alvo luar
Ou mesmo à sombra da vida
Mágicos momentos
Belos ou plenos. Ora ou futuro

Mais que palavras no muro
Mais que rimas de amar
Mais que todo o sentimento
Aonde te encontro poesia?

LÍGIA SAAVEDRA

Google Images

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

NATO AZEVEDO - POETA BRASILEIRO




TRANSUBSTANCIAÇÃO (Nato Azevedo)

Tempo demais se passa acumulando
riquezas e um poder que nos oprime,
sem sequer ver que o pobre, ali vagando,
aguarda a caridade que redime.

E quando ao Mundo adeus nós formos dando
sem a nada levar... é quase um crime
não querer se doar, transubstanciando
a alheia dor em fé, gesto sublime.

Doemos nossos órgãos que a partida
vira canto de amor, belo estribilho
a dar alento à gente desvalida.

Darei à existência raro brilho
ao transformar meu "pó" em nova vida,
pois se doou -- inteiro ! -- o Deus-Filho.



O poeta "Nato" Azevedo sobrevive recolhendo coisas pelas ruas da cidade e as vendendo em praças públicas.

BLUES DA PNEUMONIA (Nato Azevedo)

I (refrão)

Com pneumonia e mal
fui me tratar lá no SUS...
peguei cólica renal,
gastrite e "mal de avestruz".
I I

Na cama só um lençol,
a comida era "ensopado".
Me cobraram o urinol
num hospital do Estado.

I I I

Num quarto pequeno abessa
tive a família a meu lado.
Se êles não partem depressa...
morria até meu cunhado!

I V

Com 3 semanas de cama
me encomendar' o caixão.
Já morto, fiz minha fama,
com esta triste canção.


(OBS.: versão livre da countryfolk
"Dust Pneumonia Blues", da
banda MUNGO JERRY, 1969/70)

O poeta por ele mesmo:
Carioca de 1º/10/1952, faço poesias desde os 15 anos e contos & crônicas a partir de l988, tendo publicado mais de 50 textos nos jornais de Belém e Ananindeua, cidade vizinha. Membro da UBT-Belém (União Bras. de Trovadores) e da ALA-A (Assoc. de Letras e Artes de Ananindeua) fui vencedor em 9 concursos nacionais de poesia/contos, tenho 51 Menções Honrosas em eventos literários de vinte cidades em 11 Estados e 220 textos em jornais culturais e revistas de 52 cidades em 9 Estados. Estou em 14 coletâneas literárias de 4 Estados, principalmente em obras da IGAÇABA Prod. Culturais, da cidade de Roque Gonzales/RS. Sou compositor de MPB, sambas e rocks sem maiores méritos, fazendo também versões de hits de grandes bandas roqueiras.

Lancei artesanalmente (Edição do Autor, em xerox) PALAVRAS AO VENTO, livreto de poemas & canções com mais de 80 cópias, em 4/1986; coordenei a coletânea com 16 poetas de Vigia/PA, "Livrencontro", em fev./1987, com mais de 200 cópias e editei "QUASE NADA...""miscelânea" com 60 exemplares, em 9/1988.
A partir de dez.1999 produzi o folheto "Jardim de Trovas" nº 0 e 1 (este em nov./2000) e o nº 2, hoje com mais de 500 cópias já enviadas para todo o país, desde junho/2002.
Entre 1990/92 organizei shows anuais em teatros de Belém com artistas de Ananindeua, além de fundar (em 1988, com meu irmão gêmeo Renato) e presidir o CCCP - Centro Cultural de Capoeira do Pará, controverso marco extinto em 6/1992, no qual expedi mais de 300 ofícios diversos defendendo uma visão artítisca dessa luta.

Aguardo a futura (?!) publicação de "QUASE NADA...", estreando como contista e registro as minhas memórias em "AQUELAS TARDES TRISTES...", com cenas da infância no Sul (PR/SC) e "momentos" amazônicos.

Diz, Lígia Saavedra:
Nato Azevedo, é um dono de uma verve rica e inteligente. Pesquisador, leitor e contestador merece há tempos uma publicação onde possa mostrar o seu pensar.

Fontes:
Overmundo
Blog de Nato Azevedo
Meu coração

BISCUIT - A ARTE A SEU ALCANCE










Podemos fazer peças lindas com o biscuit aqui vc poderá aprender como fazer a massa e utilizá-la para modelar a sua própria obra de arte.
Então, mãos à obra!

Além da massa, você também vai precisar de outros acessórios como: palitos de dente e cola branca para ajudar a fixar uma peça de biscuit na outra; canetas (para retroprojetor e caneta gel) para fazer detalhes mais delicados, como olhos e boca; e estecas, que são ferramentas utilizadas para moldar a massa.

O ideal é você começar com as mais peças mais simples, como borboletas ou frutinhas, antes de partir para objetos mais elaborados.

Ingredientes para a massa:
1 xícara de cola branca rótulo azul
1 xícara de amido de milho peneirado
1 colher de sopa de vinagre branco
1 colher de sopa de óleo de cozinha
1 colher de sopa de creme hidratante (não gorduroso) para sovar a massa
Tintas para tingir a massa (qualquer tipo): marrom, verde, preto, pêssego
Tinta branca para pintar os olhos


Modo de fazer:
Misture todos os ingredientes (menos o creme) num refratário e misture bem. Leve ao microondas por 3 minutos, mexendo a cada minuto, ou até que a massa forme um bolo deixando apenas uma pasta no fundo do refratário.

Passe creme sobre a superfície que irá sovar a massa e também nas mãos. Sove a massa ainda quente até desgrudar da base e das mãos. Coloque num plástico, feche bem, deixe suar por uma hora ou até esfriar. Seque com papel absorvente e guarde em outro saco.
Para colorir, separe a quantidade que você vai utilizar da massa já fria e misture um pouco de tinta

Se você não tiver microondas pode fazer no fogão sim. A massa estará no ponto quando desgrudar quase toda da panela. É mais dificil dar o ponto no fogão, mas a massa fica mais macia.

Prefira tinta a óleo para tingir, mas qualquer outro tipo de tinta serve. Separe um pedaço da massa e coloque a tinta. Misture bem. Não se preocupe se a cor não ficar tao escura ou tão forte quanto você imagina. Depois que você modelar a peça e deixá-la secar, a tinta escurece cerca de 30%.

Dicas importantes:
Sove a massa bem quente.
Utilize pouca tinta para tingir pois a cor escurece de 30% a 50%.
A massa encolhe cerca de 20% ao secar.
A secagem demora cerca de 2 dias para esse tipo de modelagem.

Assista a um vídeo que ensina passo à passo como fazer a massa:


Fontes:
Google images
Pesquisa Google
Artesanum.com

SEGUNDO CATÁLOGO ÍBEROAMERICANO DE ILUSTRACIÓN


A convocação para o Segundo Catálogo Iberoamericano de Ilustración, promovido pela Fundación SM já foi divulgado pela equipe editorial de Edições SM Brasil em colaboração com a FIL de Guadalajara y El Ilustradero. A data final para envio de trabalhos é 30 de junho de 2011.

Leia o regulamento completo http://www.iberoamericailustra.com/


Fonte:
Associação de Leitura do Brasil

FRANÇOISE NIELLY - RETRATOS À ÓLEO






Saiba mais sobre esse artista:
Françoise Nielly nascido em Marselha, possui estudos de artes plásticas e prepara art décor. Fotógrafo, ilustrador em publicidade há 15 anos.
Tem muitas realizações em grandes agências.



Fontes:
Humanismo y Conectividad
Site do artista

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

ESPAÇO CULTURAL FUXICO CONVIDA



Ainda não sabe se vai? Então veja o vídeo:

Fonte:
Geuliana Rupf via Orkut

"À SOMBRA DE DOM QUIXOTE"


O imaginário poético do famoso cavaleiro de uma obra escrita há 400 anos pelo dramaturgo e poeta espanhol Miguel de Cervantes foi o mote escolhido pelo coletivo MiaSombra para construir “À Sombra de Dom Quixote”.

Contemplado pelo Prêmio de Teatro Funarte Myriam Muniz, o trabalho vem sendo desenvolvido há cinco meses pelo coletivo MiaSombra e agora traz ao público um resultado inusitado para o tradicional teatro de sombras, arte praticada milenarmente, tendo como berço o oriente.


Coletivo

O espetáculo é uma criação do coletivo MIASOMBRA, artistas de diversos grupos de Belém, reunidos com o interesse comum em investigar o teatro de sombras como matéria prima de expressão cênica. Realizado com patrocínio do Prêmio Funarte de Teatro Myriam Munis – 2009; em parceria com: Studio REATOR, INTIMIDIA, Usina Contemporânea de Teatro, Companhia de Investigação Cênica e PRODUTORES CRIATIVOS. Apoio Cultural: Restaurante Calamares, Lú Refeições, Refry, Hiléia, Sol Informática e Imagética Filmes.


FICHA TÉCNICA

Atores sombristas: Lucas Alberto, Márcia Lima e Milton Aires
Roteiro e criação: Coletivo MIASOMBRA
Direção: David Matos e Maurício Franco
Dramaturgista: David Matos
Direção de arte: Maurício Franco
Desenho de som: Leo Bitar
Iluminação e operação técnica: Thiago Ferradaes
Costureira: Cláudia Silveira
Produção: Leny Monteiro
Assessoria de Imprensa e fotos: Luciana Medeiros
Coordenação de produção: Milton Aires
Consultoria artística de design gráfico: Nando Lima


Condução dos Laboratórios

Aníbal Pacha – Teatro de formas animadas em sombras
David Matos – Dramaturgia da imagem no Teatro de sombras
Iara Souza – Dramaturgia da luz para o Teatro de sombras


Serviço:
Espetáculo “À Sombra de Dom Quixote”

Temporada:
29 e 30 de janeiro (sábado e domingo)
05 e 06 de fevereiro (sábado e domingo)
Horário: a partir das 20h30
Local: Espaço Reator – Trav. 14 de Abril, 1053 (entre Av. José Malcher e Av. Magalhães Barata)
Ingressos: R$ 20
Informações: (91) 8112-8497
Acesse: MIASOMBRA - www.miasombra.blogspot.com


Fonte:
Guiart.com.br

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com