Ajuruteua

Ajuruteua

domingo, 9 de janeiro de 2011

PÉROLAS DO VASQS - IX


Ostras ao vento, de amor e de galhofas

Direitos conjugais, mini-novela de um amor que não deu certo, com final feliz

Viveram juntos naquela relação que antes chamavam de concubinato e hoje de modo mais boboca de namoridos. Ou seja, viveram juntos, acasalaram mas não se casaram. Foram anos intensos e no quarto - no quarto ano -, súbito, a relação acabou. Apagou-se como quando falta gás no fogão , puf!, não tem mais jeito, e no caso deles nem trocando o botijão. E ele desapareceu, -puft! também - como quando desaparece o salário que a gente ganha.

Abandonada, ela recorreu ao juiz , a saber dos direitos que tinha, se tinha. O juiz disse: - Boooom... e três horas depois, disse: - ...tarde. Isto porque , como sabemos, a justiça nesse país é morosa pra cacête, e quando ele completou o cumprimento iniciado pela manhã já passava muito do meio-dia. Lá pela tardinha o juiz explicou: - São necessários cinco anos de união pra que a senhora tenha direito a algum direito. Então a mulher quis saber: - Meretíssimo, ele , meu ex, passou um ano sonhando comigo antes de nos juntarmos. Isso conta? Já era noite, bem de noite, quando o juiz sentenciou acolhendo a tese: - Conta, senhora, procede.O amor não é só união física, a senhora já morava junto no coração dele.

Assim sendo, metade de tudo o que é dele será seu. Ao que a mulher completou: - Ah, e num desses sonhos ele sonhou que ganhou na loteria. Já varava a madrugada quando o juiz , transpirando de fadiga, concluiu a sentença definitiva: - Metade disso também. Ela ficou tão feliz e radiante que disse: - Muitíssimo obrigada, senhor, meretíssimo obrigada. E o juiz respondeu, dessa vez imediatamente: Zzzzzzz...


Casal verde

Ele disse:
- Sua vaca, sua piranha, sua baleia, sua cascavel!
Ela disse:
- Seu cavalo, seu cachorro, seu jumento, seu porco!
Se dependesse deles nenhum animal jamais entraria em extinção.


Ô, leizinha!

O Mario Osvaldo aproximou-se da Lurdes Luiza , limpou a garganta e perguntou:
- Hã,... quanto é o programa?
A Lurdes Luiza soltou uma baforada e respondeu:
- Imbecil.
Coitada, estava encostada na frente da repartição, só tinha saído pra fumar um cigarro...

Sobre Vasqs:
Vasqs, nosso companheiro de Overmundo, publica regularmente no Ostras ao Vento, o seu blog e em outros sites da Internet.
Na verdade Vasqs é uma estrela que brilha no mundo humoristico, escreve para vários sites e por sua constância aqui no nosso sítio cultural o elegemos "Colaborador de Ouro".


Fonte:
Overmundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com