Ajuruteua

Ajuruteua

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

"INTRÍNSECA DESMEMÓRIA" - LÍGIA SAAVEDRA


INTRÍNSECA
DESMEMÓRIA

De minhas tristezas nada sei.
Só que se achegam mudas e invisíveis
e à sua presença me transformo.
Irrito-me com a alegria
Afasto-me dos sonhos
e festejo a solidão
Dói-me o peito
Cansa-me o sorriso
que ao pranto seca.

De minhas tristezas nada sei.
Vão-se sem dizer nada
Partem sem alardear
Nem lembro de sua chegada
Não as vejo. Nada, nada...


LÍGIA SAAVEDRA

Imagem:
conhecendo-a-arte.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com