Ajuruteua

Ajuruteua

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

O PARÁ DÁ ADEUS À ALONSO ROCHA, O "PRÍNCIPE DOS POETAS"


Morre o príncipe dos poetas, Alonso Rocha da Academia Paraense de Letras

Faleceu no início da noite desta terça-feira (22), aos 84 anos, Raimundo Alonso Pinheiro Rocha, atual presidente da Academia Paraense de Letras. Conhecido como príncipe dos poetas paraenses, Alonso Rocha ocupava a 32ª cadeira, desde o dia 22/11/1996.
Nascido a 15 de dezembro de 1926, o poeta deixa a mulher, Rita Ferreira Rocha, e quatro filhos: Sérgio Alonso (médico), Nelson Alonso (médico), Ângela Rosa (arquiteta), Geraldo Alonso engenheiro-elétrico e eletrônico). Ele ainda era pai de Ronaldo Alonso, falecido em 1977.


MENSAGEM

Sou pássaro e sou fonte – ouve o meu canto
tu que abrigas o amor no seio puro.
Vozes da terra a mim próprio misturo
com tanta angústia, porém mais encanto.

Sou árvore a sangrar no lenho duro
a seiva que tu bebes – sangue e pranto –
e no meu poema, para o teu espanto,
eu revelo a palavra do futuro.

Eu sou a dor e a paz, a morte e o eterno;
e nesse mundo, trágico e fraterno,
procura o instante onde talvez tu caibas.

Porque, pássaro e fonte, árvore e guia,
este meu canto – a minha eucaristia –
é o pão que te alimenta sem que saibas.

(Alonso Rocha)


Fontes:
Trov@as e Ci@
Antologia Literária Cidade
Portal ORM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com