Ajuruteua

Ajuruteua

sexta-feira, 29 de julho de 2011

ROBERTO FERNÁNDEZ RETAMAR - POETA CUBANO


FELIZES OS NORMAIS - (Roberto Fernández Retamar)

Felizes os normais, esses seres estranhos.
Os que não tiveram uma mãe louca, um pai bêbado, um filho delinquente,
Uma casa em parte nenhuma, uma doença desconhecida,
Os que não foram calcinados por um amor devorador,
Os que viveram os dezessete rostos do sorriso e um pouco mais,
Os cheios de sapatos, os arcanjos com chapéus,
Os satisfeitos, os gordos, os lindos,
Os rintimtim e os seus sequazes, os que como não, por aqui,
Os que ganham, os que são queridos até ao fim,
Os flautistas acompanhados por ratos,
Os vendedores e seus compradores,
Os cavaleiros ligeiramente sobre-humanos,
Os homens vestidos de trovões e as mulheres de relâmpagos,
Os delicados, os sensatos, os finos,
Os amáveis, os doces, os comestíveis e os bebíveis.
Felizes as aves, o esterco, as pedras.

Mas que dêem passagem aos que fazem os mundos e os sonhos,
As ilusões, as sinfonias, as palavras que nos desbaratam
E nos constroem, os mais loucos que as suas mães, os mais bêbados
Que os seus pais e mais delinquentes que os seus filhos
E mais devorados por amores calcinantes.
Que lhes dêem o seu sítio no inferno, e basta.




O OUTRO - (Roberto Fernández Retamar)

(1 de janeiro de 1959)

Nós, os sobreviventes,
A quem devemos a sobrevida?
Quem morreu por mim na masmorra,
Quem recebeu a minha bala,
A que era para mim em seu coração?
Sobre qual morto eu estou vivo,
Seus ossos jazem nos meus,
Os olhos que lhe arrancaram, vendo
Pelo olhar de minha cara,
E a mão que não é sua mão,
Que também já não é a minha,
Escrevendo palavras rotas
Onde ele não está, na sobrevida?


Sobre o autor:
Roberto Fernandez Retamar ( Havana , 09 de junho de 1930 ) é um poeta cubano, nascido no bairro O Viper da capital.
Começou a estudar pintura e arquitetura, mas acabou cursando Ciências Humanas na Universidade de Havana (1948-52) onde mais tarde obteve um doutorado em Filosofia (1954). Graças a uma bolsa de estudos e para aprofundar seus estudos nas Universidades de Sorbonne e em Londres na Yale.

Foi diretor do New cubano Journal (1959-1960) e da revista Casa de las Americas (desde 1965). Em 1977 ele fundou e dirige, até 1986 - o Centro de Estudos Marti. Em 1985 tornou-se membro da Academia Cubana da Língua. Ocupou cargos políticos como deputado à Assembléia Nacional do Poder Popular de Cuba (1998) e membro do Conselho de Estado . Tem sido um júri de prestigiosos prêmios literários.


Fontes:
Wikipédia
Poesia Iberoamericana - Cuba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com