Ajuruteua

Ajuruteua

sábado, 14 de agosto de 2010

A LIBIDO E A PALAVRA


A LIBIDO E A PALAVRA

Acasalo com a prosa
Nas entrelinhas do desejo.
A libido sciendi
me impele à descoberta.
E no auge do prazer
Uma imensa libido sentiendi
me enlouquece
mas resisto a libido dominendi
Por submissão à palavra.

Como ser finito e imperfeito
Careço do verbo
E ele me eleva,
Acaricia
Preenche
Satisfaz
Fecunda
E é quando uma nova geração
De poemas descendentes
Desta espécie
Habita no meu exercício da eloqüência
Minando alvas páginas carentes e silenciosas.

LÍGIA SAAVEDRA

Imagem da Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com