Ajuruteua

Ajuruteua

terça-feira, 13 de abril de 2010

PROFUNDA TRISTEZA

PROFUNDA TRISTEZA


De que és capaz, ó tristeza?
Pergunto-me nesta hora.
Me fazer chorar com certeza
Prá rir-se da minha agonia?

Na luta em que vence a dor
Delirante e moribundo,
Penso ouvir num segundo
O ruidoso estertor
De uma não consciência
Apressando a expiração.

Vem! Tira-me deste inferno.
E me arrastando pela mão
Ante a serenidade
Apresenta-me a lividez
Como a melhora da morte
Precede o termo final.



LÍGIA SAAVEDRA

2 comentários:

  1. Querida amiga e poetisa Lígia!!!
    Muito lindo seu blog. e maravilhosos seus conteúdos. Muito linda a sua poesia. Embora fale de tristeza, foi muito bem contextuada poéticamente. Adorei. Meus parabéns!
    POETA CIGANO - 13/04/2010

    carlosrimolo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Obrigada,Poeta!

    Vc é muito observador e acima de tudo gentil.

    Um bj

    ResponderExcluir

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com