Ajuruteua

Ajuruteua

segunda-feira, 16 de maio de 2011

JUAN RULFO - FOTÓGRAFO E ESCRITOR MEXICANO








Juan Rulfo, Apulco 1917 - 1986 Cidade do México
Fotógrafo, escritor e autor. Autor de Pedro Páramo, um dos mais importantes romances literatura mexicana.

"Não dizemos o que pensamos. Já faz tempo que se acabou nossa vontade de falar. Acabou-se com o calor. Qualquer um conversaria muito à vontade em outra parte, mas aqui dá trabalho. A gente conversa aqui e as palavras se esquentam na boca com o calor de fora, e ressecam a língua da gente até que acabam com o fôlego. As coisas aqui são assim. Por isso ninguém está para conversas."
O texto acima, publicado no livro “O llano em llamas”, foi extraído da revista “Ficção” de Julho de 1976, n° 7, pág. 58. A tradução é de Eglê Malheiros.

Sobre o fotógrafo e escritor:
Juan Rulfo (Sayula, Jalisco, 16 de Maio de 1917 – Cidade do México, 8 de Janeiro de 1986), nascido Juan Nepomuceno Carlos Pérez Rulfo Vizcaíno, foi um escritor e fotógrafo mexicano que em 1944 fundou a revista literária Pan. Na década de 1950, publicou o livro de contos El llano en llamas e o romance Pedro Páramo. Apesar de ter abandonado a escrita de livros depois da publicação destas obras obras, Rulfo continou ativo na cena literária mexicana, colaborando com outros escritores em roteiros (Carlos Fuentes e Gabriel García Márquez), escrevendo para televisão, e dedicando-se à fotografia.
Desde 1962 até sua morte, Rulfo foi diretor do departamento de publicações do Instituto Nacional Indígena do México. Foi membro da Academia de Letras Mexicana e recebeu vários prêmios literários em vida, de entre os quais o Prêmio Príncipe de Astúrias, em 1983. O escritor morreu, de câncer, aos 68 anos.


Fontes:
Wikipédia
artspain.com
releituras.com
Imagens:
milmaizesdegris.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com