Ajuruteua

Ajuruteua

sábado, 15 de maio de 2010

PRANTO PARTIDO


PRANTO PARTIDO
.
.
.Lágrima escrava da dor
pole a face em cascatas
para dar brilho à memória
do sofrimento eminente
trazido pela palavra
daquele que nem merece
a cor que a noite reluz.
.
.Molha o olhar na nascente
lava, escorre a vergonha
deste insano sofrimento
indo à deriva da sorte
na tez pálida do autor
sobrevivente dos soluços da liberdade
que clama por sua morte.
.
.Quando vingada, desnuda.
.
.LÍGIA SAAVEDRA

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Amiga, quanto realismo nas entrelinhas de seu belo poema!!!!!!!!
    Parabens, amei.
    Só alguem com sua sensibilidade e talento para
    brincar com as palavras.(reias)

    Bjus

    ResponderExcluir

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com