Ajuruteua

Ajuruteua

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

O ÚLTIMO ADEUS


O ULTIMO ADEUS


Sepulto
num céu azul
sem estrelas
o brilho do amor
que sonhei
revestido
em lençóis
de nuvens cinzas
como as lágrimas
que chovem
das minhas
lembranças.

Raios cortando
a noite
que te perdi.

LÍGIA SAAVEDRA


EL ÚLTIMO ADIÓS


Sepulto
un cielo azul
sin estrellas
el resplandor del amor
Soñé
alineado
en las hojas
nube de cenizas
mientras las lágrimas
lloviendo
de mi
recuerdos.

Ray de corte
noche
Te perdí.

LIGIA SAAVEDRA

Um comentário:

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com