Ajuruteua

Ajuruteua

sábado, 16 de outubro de 2010

BIOGRAFIA DE UMA PAIXÃO





Desconheço sua origem.
Satisfaz-me a companhia.
Seu nome de certo nem sei,
mas o apelido é agradável.

Fazendo festa em meus dias
ele enfeita minhas noites
e alegrando as minhas horas
multiplica os meus desejos.

Faz-me rir da aflição
e bebe do meu licor,
come de minha maçã
e vive de bom humor.

Vivo suas fantasias
até onde ele me guia.
Visto burka prá dormir,
odalisca prá dançar.

Enfermeira, estudante,
Kama Sutra prá inovar.
Morango com chantilly
pro seu "Ulisses", pompoir.

Respiro fundo, amanhece.
Na bandeja queijo brie,croissant e uma flor.
Um "Bom dia!" me acorda
acompanhado de delicado beijo.

Estou feliz e exultante.
Por quanto tempo? Pouco importa.
Vivo e curto o momento e o futuro?
A Deus pertence.


LÍGIA SAAVEDRA

Publicado no Overmundo em 08.09.2007

Um comentário:

  1. Lígia,



    Um poema caliente, fofíssimo, AMEI!

    O futuro pode pertencer a quem quiser! (rs)
    O que importa é que come da minha maçã e vive de bom humor!!!

    Gosto quando trazes teus poemas, pode ser até assim: vestidinhos de enfermeira, estudante, tudo vale para dar uma certo alegria a poesia!



    Um abraço amiga, Marluce

    ResponderExcluir

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com