Ajuruteua

Ajuruteua

domingo, 3 de outubro de 2010

"SE EU FECHAR OS OLHOS AGORA" - EDNEY SILVESTRE





A Câmara Brasileira do Livro (CBL) escolheu na última sexta-feira os vencedores em 21 categorias do 52º Prêmio Jabuti. O jornalista Edney Silvestre ficou em primeiro lugar entre os romances com “Se Eu Fechar os Olhos Agora’’ (Record).


Sinopse:

Numa pequena cidade da antiga zona do café fluminense, em abril de 1961, dois meninos de 12 anos encontram o corpo de uma linda mulher, que foi morta e mutilada, às margens de um lago onde vão fazer gazeta. Eles não aceitam a explicação oficial do crime, segundo a qual o culpado seria o marido, o dentista da cidadezinha, motivado por ciúme. Começam uma investigação, ajudados por um velho que mora no asilo da cidade, um ex-preso político da ditadura Vargas, que acaba se tornando um terrível caminho de amadurecimento para chegar à vida adulta.



Sobre o autor:
Foi correspondente internacional por mais de uma década. Primeiro do jornal O Globo em Nova York, depois da TV Globo. Iniciou a carreira na Bloch Editores, com reportagens para as revistas Manchete, Fatos & Fotos, Pais e Filhos. Mais tarde fez parte da jovem equipe que tentou, sem sucesso, revitalizar a revista O Cruzeiro.
Edney Silvestre foi o primeiro jornalista brasileiro a chegar ao local do atentado ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001, acompanhado do repórter-cinematográfico Orlando Moreira.

Foi dele a reportagem que abriu o Jornal Nacional naquele dia. Todas as reportagens feitas no local dos atentados, exibidas pela TV Globo nas semanas seguintes, foram realizadas por Silvestre com o cinegrafista Sherman Costa e, ainda, Helio Alvarez. A experiência e seu depoimento sobre o efeito do ataque terrorista na vida americana, os traumas e dramas das vítimas e dos sobreviventes estão relatados no livro "Outros tempos". O assunto foi um dos temas da série de palestras "Testemunhas da História", na Casa do Saber, no Rio de Janeiro, em maio de 2009.





Edney Silvestre também é roteirista de documentários e diretor do curta-metragem Noivado, premiado como Melhor Filme Experimental no III Festival de Cinema Amador JB-Mesbla, em 1968. Foi assistente de direção de Domingos de Oliveira no longa As duas faces da moeda (1969), estrelado por Oduvaldo Vianna Filho, Adriana Prieto, Fregolente e Neuza Amaral.

O escritor Norman Mailer inclui sua entrevista para O Globo (a única que deu para um jornal brasileiro) entre as melhores de seu arquivo pessoal.[carece de fontes] Quando John Updike indicou as melhores entrevistas que dera, Silvestre foi o único não-americano incluído; a entrevista está no livro Conversations with John Updike(compilado por James Plath).

Apresentador do programa Espaço Aberto Literatura desde 2003, na Globo News, mostrou ali entrevistas com autores premiados com o Nobel como José Saramago, Ohran Pamuk e Nardine Gordimer, assim como ícones das letras de língua portuguesa, entre os quais Antonio Lobo Antunes, Lygia Fagundes Telles, Milton Hatoun, João Ubaldo Ribeiro.



Fontes:
Wikipédia
Google Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com