Ajuruteua

Ajuruteua

sábado, 9 de outubro de 2010

VER-O-PARÁ - LÍGIA SAAVEDRA


Ver-o-sol sempre aqui
dourando a terra e as gentes
Ver-a-lua prateando a Baía de Guajará.
Ah! Que prazer que me dá.



Ver-o-céu nas tardes de chuva
molhando o asfalto e mangas caindo a nos procurar.
Ver-a-cor do açaí, de farinha salpicado ou com açucar gelado.
Ah! Que prazer que me dá.



Ver-o-Peso e suas frutas,
peixes e comidas típicas, maniçoba e vatapá.
Ver-a-Santa no Círio de amor e de fé. Abençoa-nos Nazaré!
Ah! Que prazer que me dá.



Ver-o-rio em Mosqueiro, Abaeté ou Santarém
e agradecer à Natureza num por do sol de encantar.
Ver-o-ouro em Serra Pelada e o minério em Carajás.
Ah! Que prazer que me dá.



Ver-o-Marajó na força do caboclo valente
e da coalhada de búfala que vem das bandas de lá
Ver-o-mar em Ajuruteua, Salinas, Algodoal ou Marudá.
Ah! Que prazer que me dá.



Ver-o-boto
Ver-o-carimbó
Ver-o-sairé
Ver-a-paz do maracujá
Ver-o-fogo do tacacá

Amo-te Pará!


Diz, Lígia Saavedra:

Venha conhecer as nossas belezas naturais.
Visite o Estado do Pará!


Google Images

Um comentário:

  1. Que maravilha! Em tempos de Círio não há como esquecer este belíssimo estado de artistas maravilhosos, como você!
    beijos de poesia,
    Nina.

    ResponderExcluir

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com