Ajuruteua

Ajuruteua

domingo, 14 de novembro de 2010

RETRATOS DA FÉ ISLÂMICA













Diferente do que conhecemos, mas de uma intensidade marcante são fotos que transmitem toda a força da fé de um povo resumida em imagens.

O Haj em 2010: A Peregrinação a Meca

"O Haj, que significa “peregrinação” em árabe, é o evento anual que marca a ida dos muçulmanos à cidade sagrada de Meca. A visita é considerada obrigatória aos muçulmanos, pelo menos uma vez na vida, para todo adulto, desde que este goze de saúde e tenha dinheiro suficiente para a viagem. Cerca de dois milhões de peregrinos de todos os pontos do planeta realizam anualmente o Haj." (Zoom, Mundo Religião)

Sobre o Islão:
O Islão (português europeu) ou Islã (português brasileiro) (do árabe الإسلام, transl. al-Islām) é uma religião monoteísta que surgiu na Península Arábica no século VII, baseada nos ensinamentos religiosos do profeta Maomé (Muhammad) e numa escritura sagrada, o Alcorão. A religião é conhecida ainda por islamismo.

Na visão muçulmana, o Islão surgiu desde a criação do homem, ou seja, desde Adão, sendo este o primeiro profeta dentre inúmeros outros, para diversos povos, sendo o último deles Maomé.[1]
Cerca de duzentos anos após Maomé, o Islão já se tinha difundido em todo o Médio Oriente, no Norte de África e na Península Ibérica, bem como na direcção da antiga Pérsia e Índia. Mais tarde, o Islão atingiu a Anatólia, os Balcãs e a África subsaariana. Recentes movimentos migratórios de populações muçulmanas no sentido da Europa e do continente americano levaram ao aparecimento de comunidades muçulmanas nestes territórios.[2]

A mensagem do Islão caracteriza-se pela sua simplicidade: para atingir a salvação, basta acreditar num único Deus, rezar cinco vezes por dia voltado para Meca, submeter-se ao jejum anual no mês do Ramadão, pagar dádivas rituais e efectuar, se possível, uma peregrinação à cidade de Meca.

O Islão é visto pelos seus aderentes como um modo de vida que inclui instruções que se relacionam com todos os aspectos da actividade humana, sejam eles políticos, sociais, financeiros, legais, militares ou interpessoais. A distinção ocidental entre o espiritual e temporal é, em teoria, alheia ao Islão.

Fontes:
Ultimo Segundo
Wikipédia

Um comentário:

  1. o islam foi e é muito hábil a enganar.
    A verdade é que no islam , maomé assassinou Deus, ao deixa-lO sem fala e sem espírito, e agora os muçulmanos querem que Cristo seja cúmplice desse monstruoso e bárbaro crime.

    ResponderExcluir

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com