Ajuruteua

Ajuruteua

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

MANABU MABE








"Eu tenho muito que fazer ainda, que pintar sempre que puder sentir alguma coisa diferente, um prazer, porque um quadro não é uma coisa que a gente faça um atrás do outro. Um quadro é um pouco da gente".(MANABU MABE)

Nasceu em 14 de setembro de 1924, na localidade de Takara, Vila de Shiranui, Município de Udo, Província de Kumamoto, atualmente cidade de Shiranui. A família Mabe, tradicionalmente, era dona de Hospedaria destinada às pessoas que vinham, de navio, das localidades de Shimabara e Misumi. O Pai se chamava Soichi Mabe e no Japão trabalhava inicialmente como ferroviário e posteriormente como barbeiro. A mãe chamava-se Haru. Ela era oriunda de uma tradicional família de agricultores. A família era composta de sete filhos, sendo Manabu o mais velho e em seguida Satoru, Michiko, Hitoko, Yoshiko e Sunao, estes dois últimos nascidos no Brasil. Sendo criado junto também o primo Tetsuya, após o falecimento do seu pai. Manabu Mabe imigrou para o Brasil no ano de 1934, então com dez anos, a bordo do Navio La Plata Maru. Sua esposa Yoshino embarcou no Brasil no mesmo ano partindo de Niigata.

Mabe participou durante anos da FIAC (Feira Internacional de Arte Contemporânea) em Paris e da ARCO na Espanha. Durante todo o tempo Mabe dividia sua moradia oficial no Brasil com pelo menos duas viagens à Nova York, Paris e Tóquio, onde sempre produzia. No Japão ele realizou diversas obras importantes inclusive um "Boca de Pano" para o Teatro de Kumamoto medindo cerca de 9,00 x 18,0 mts realizado em seda. No Brasil fora construído em Santos, no Farol da Barra, através do IPHAN, um mosaico de sua obra medindo 3,00 x 5,00 mts na Capela do Forte. Em 22 de setembro de 1997 falece em São Paulo.

Fonte:
mabe.com.br
Google Images

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COPIE E LEVE COM VOCÊ O NOSSO BLOG E A COR DO AÇAÍ.

BannerFans.com

Recado

Paixaoeamor.com